A 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (gripe) será realizada no período de 17 de abril a 26 de maio. O Dia D está previsto para 13 de maio. A Coordenação Estadual do Programa de Imunizações da Secretaria de Estado da Saúde (SES) está realizando, nesta terça (4) e quarta-feira (5), reuniões preparatórias para a Campanha. O objetivo é discutir a operacionalização da campanha com os coordenadores de imunização regional, municipal e operadores do sistema de informação dos 223 municípios paraibanos.

 

Nesta terça-feira (4) pela manhã, ocorreram reuniões preparatórias em João Pessoa, no auditório do Cefor, e em Campina Grande, no auditório do Hospital de Trauma, e à tarde, na 6ª Gerência Regional de Saúde, em Patos. Nesta quarta-feira (5), será em Sousa, no campus da UFCG, das 8h às 12h.

 

 “Estes momentos são importantes para esclarecer dúvidas sobre algumas mudanças e também é uma oportunidade de passar as orientações para os novos gestores e profissionais de saúde”, disse a técnica do Núcleo de Imunização da SES, Márcia Mayara.  

 

Segundo Márcia, as duas principais mudanças são a meta a ser atingida, que agora é de, pelo menos, 90% das pessoas a serem vacinadas na Paraíba e no ano passado era de 80% e a inclusão dos professores da rede pública e privada (federal, estadual e municipal), no público-alvo.

 

Serão distribuídas 1 milhão e 177 mil doses para todo Estado. Na Paraíba, 1 milhão e 70 mil pessoas estão dentro dos grupos prioritários: pessoas com 60 anos ou mais de idade; crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias); gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores de saúde; povos indígenas; grupos portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas; população privada de liberdade e profissionais do sistema prisional e professores das escolas públicas e privadas (federal, estadual e municipal).

 

6ª GRS

 

Em Patos a coordenadora do Núcleo de Imunização do Estado, Isiane Queiroga, fez uma avaliação positiva da reunião, que contou com excelente público da macrorregional. Ela pediu empenho de todos para que a meta seja alcançada. “Até o ano passado a meta foi de imunizar 80% do público alvo. Este ano subiu para 90%. Acredito que com o esforço de cada alcançaremos a meta preconizada pelo Ministério da Saúde”, comentou.

 

O dia D da campanha, previsto para 6 de maio, foi prorrogado para 13 do mesmo mês, isso porque não há doses suficientes para a primeira data. Isiane considerou bastante positivo o resultado da cobertura vacinal contra gripe no ano passado, onde apenas quatro municípios não atingiram a meta de 80%, sendo um da 5ª GRS, dois da 10ª Gerência e outro da 12ª da região de Itabaiana. Em anos anteriores a média de municípios que não conseguiam atingir as metas era de 20. Ela prevê como complicador para boa cobertura vacinal deste ano o fracionamento do envio das doses, que será feita pelo Ministério da Saúde em oito momentos.