31 de Outubro de 2017
Imprimir    E-mail

Ministério da Saúde anuncia reforço de R$ 200 milhões para conter avanço da sífilis no país

De acordo com o ministério da saúde, entre 2005 e 2016, a sífilis adquirida teve um aumento de 27,9%. Só no ano passado foram registrados MAIS DE 87 MIL casos em todo o país.

 

No mesmo período a sífilis em gestantes teve aumento de 14,7%. 35 das 100 cidades que mais concentram casos de sífilis estão no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, e São Paulo.


As capitais de todos os estados da Amazônia também estão na lista. Da região, o Pará possui o maior número de cidades: cinco.


Os recursos serão garantidos no orçamento do Ministério da Saúde por meio de emenda parlamentar.


O dinheiro será destinado para compra de penicilina. O antibiótico é o principal medicamente para combater a doença.

Outra ação vai ampliar a oferta de testes, principalmente nas grávidas. A identificação da sífilis em mães no primeiro trimestre da gestação e o tratamento adequado impedem a transmissão da doença para o bebê.


A Sífilis é uma doença sexualmente transmissível e pode ser evitada com o uso de preservativo.

 

 

 

Renata Martins - Agência Brasil



« Voltar