2 de Novembro de 2017
Imprimir    E-mail

Enem: 30% dos estudantes ainda não acessaram o cartão de inscrição

 

Há três dias da prova, 30% dos participantes do Enem ainda não acessaram o cartão de inscrição para saber onde farão o exame, segundo a última atualização do INEP.

 

O instituto que organiza o Enem informou que esta mandando e-mails para alertar os mais de 2 milhões de estudantes que ainda não sabem onde vai ser a prova.

 

O cartão de inscrição pode ser acessado na página do participante do Enem na internet ou no aplicativo Enem 2017.

 

Faltando três dias para a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio, porta de entrada para as universidades, o aluno tem que segurar a ansiedade, revisar o conteúdo que tem mais dificuldade e descansar.

 

Essas são as recomendações do professor Carlos Medeiros, especialista em educação. O estudante Eduardo Antunes disse que vai descansar apenas no sábado, mas que a semana antes da prova foi de estudo.

 

O estudante acredita que a redação deste ano pode ser ou sobre o sistema carcerário ou sobre a população LGBT.

 

A estudante Marina Cruz também chuta que a redação vai ser sobre o sistema carcerário ou ainda sobre o meio ambiente, mas também acredita que o Enem pode escolher o tema sobre bullying ou redes sociais.

 

Lembrando que os portões vão abrir ao meio dia de domingo, horário de brasília, e se fecham a uma da tarde, também horário de Brasília.

 

O estudante tem que levar, se não não faz a prova, um documento de identificação original com foto, pode ser um passaporte, um RG ou uma carteira de motorista, só não pode ser sem foto ou uma cópia do documento. Tem que levar também uma caneta esferográfica de tinta preta fabricada com material transparente, isso é importante.

 

Não pode fazer a prova com caneta que não é transparente, ou mesmo com lápis. O Enem também proíbe durante a prova o uso de boné, viseira, gorro, cadernos, chaves, relógio, fones de ouvido ou óculos escuros.

 

Já os alimentos devem ser levados em potes transparentes ou em embalagens lacradas. Neste domingo, mais de 6 milhões e 700 mil pessoas vão fazer prova de linguagens, ciências humanas e redação.

 

 

Lucas Pordeus Leon - Agência de Notícias



« Voltar