27 de Dezembro de 2017
Imprimir    E-mail

Com alta nos preços do gás de cozinha, Procon divulga pesquisa de preço para orientar consumidores

 

Devido a inflação nos valores do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), a Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor (Procon – Patos), divulga mais uma pesquisa de preço referente ao gás de cozinha para que os consumidores, apesar de toda essa alta nos preços, possa buscar uma economia no orçamento mensal.

 

Participaram da pesquisa de preço sete empresas e foram avaliados os botijões de gás P-13, 20 kg e 45 kg. O botijão P-13, que é o mais comum utilizado no dia a dia da população, é comercializado com valores diferenciados. O P-13 com a venda local foi encontrado com valores entre R$ 60,00 a R$ 67,00; já com a entrega em domicílio o valor varia entre R$ 63,00 a R$ 67,00. O botijão de 20 kg apresentou valores de R$ 120,00 a R$ 140,00. E por último o botijão de 45 kg está sendo vendido ao preço de R$ 260,00 em um único estabelecimento comercial que é o Copagaz localizado no bairro Belo Horizonte.

 

O secretário do Procon Municipal, Bruno Maia, fez uma comparação em porcentagem dos preços dos botijões para que os consumidores entendam melhor a diferença nos valores dos produtos.

 

“Encontramos uma variação do GLP de 13 kg com retirada no local da compra uma variação de 11% nos preços entre o mais barato e o mais caro. Já com a entrega em domicílio essa diferença diminui chegando apenas a 5% diferenciação de preço do produto. Podemos ver uma diferenciação maior no botijão de 20 kg de 15% entre o mais barato e o mais caro. O Procon Municipal está sempre a disposição do consumidor patoense”, disse.



« Voltar